DNVGL.com.br

Padrão Global da BRC para Segurança de Alimentos

​O Padrão Global da BRC (British Retail Consortium) para Segurança de Alimentos foi criado para garantir a conformidade do fornecedor e assegurar a capacidade das distribuidoras de garantir a qualidade e a segurança dos produtos alimentícios que elas vendem. Hoje, ele é utilizado no mundo inteiro como uma estrutura de trabalho para qualquer empresa (distribuidoras e processadoras) para auxiliar na produção de alimentos seguros e na seleção de fornecedores confiáveis.

Contate-nos

Gostaria de mais informações?

Sim, por favor
SHARE:
PRINT:
BRC Global Standard for Food Safety

​O Padrão Global da BRC para Segurança de Alimentos é uma das ferramentas operacionais mais utilizadas para a diligência devida e a aprovação de fornecedor. Ele ajuda as empresas a escolherem e qualificarem seus fornecedores. Assim, o sistema reduz os custos gerais do gerenciamento da cadeia de suprimento e eleva o nível da segurança para clientes, fornecedores e consumidores. Embora tido como um convite para a comercialização, o padrão também é uma grande oportunidade de demonstrar o compromisso de sua empresa com segurança, qualidade e legalidade de alimentos e para trabalhar visando à melhoria contínua.   

O Padrão Global da BRC para Segurança de Alimentos atende aos critérios da Iniciativa Global para Segurança de Alimentos do CIES – The Food Business Forum, a organização global incluindo os CEOs e a gerência sênior de cerca de 400 distribuidoras (operando em quase 200 mil lojas), assim como fabricantes de todos os tamanhos. Em outras palavras, ele será aceito pela maioria das distribuidoras de alimentos como equivalente aos outros padrões de segurança de alimentos como IFS, SQF e o Dutch HACCP. 

O que é a norma?

As principais distribuidoras do Reino Unido preocupavam-se com a segurança de alimentos por causa da responsabilidade direta no caso de um acidente. Para controlar a situação, as distribuidoras exigem que todos os fornecedores de alimentos sejam certificados com um padrão especializado para a garantia de que eles estejam em conformidade com a qualidade e as demandas por segurança e com as exigências legais.   Após a primeira edição, em 1998, o padrão foi regularmente aperfeiçoado, envolvendo acionistas internacionais da cadeia de suprimento. Hoje, ele é uma ferramenta global baseada nos padrões e metodologias mais recentes e atualizadas. As exigências do padrão estão relacionadas ao sistema de gerenciamento da qualidade e ao sistema HACCP, apoiado por programas detalhados de pré-requisitos, ou seja, um conjunto de exigências para GMP (Boa Prática para Fabricação), GLP (Boa Prática para Laboratório) e GHP (Boa Prática para Higiene).   

Por que a certificação é boa para o meu negócio? 

A maioria das distribuidoras britânicas, muitas das européias e globais, e proprietários de marcas, além de processadoras de alimentos, só incluem fornecedores certificados pelo BRC Global Standard for Food Safety em suas cadeias de suprimento.   

O padrão BRC Global Standard for Food Safety permite que sua organização:

  • Forneça evidência de compromisso e, no caso de um incidente de segurança de alimento, defesa legal no raio do conceito* da "diligência devida";
  • Construa e opere um sistema de gerenciamento capaz de ajudá-lo a cumprir melhor as exigências para qualidade/segurança de alimentos e conformidade legal, com referência específica à legislação aplicável nos países onde o produto acabado é consumido;
  • Forneça uma ferramenta para melhoria do desempenho da segurança de produto e os meios para monitorar e avaliar o desempenho da segurança de alimentos com eficácia;
  • Facilite as reduções do desperdício, re-trabalho e recall de produto. A certificação da BRC do Padrão Global para Segurança de Alimentos também oferece suporte ao gerenciamento eficiente da cadeia de suprimento, reduzindo outras auditorias e aumentando a confiabilidade geral de suas cadeias de suprimento.   

Como eu me preparo para a certificação? 

Empresas com bom planejamento geralmente têm uma vantagem e estão mais preparadas para a certificação. É importante que você e sua empresa mantenham-se positivos, comprometidos e estabeleçam um cronograma claro para implantação e avaliação.   

Isto inclui: 

  • Estabelecimento de um sistema de gerenciamento de qualidade;  
  • Identificação das exigências legais;  
  • Identificação e documentação dos riscos específicos à segurança de produtos e as medidas de controle relevantes (sistema HACCP); 
  • Identificação das Boas Práticas de Fabricação/Boas Práticas de Higiene, incluindo um programa de controle de pestes, equipamento e construção de programa de manutenção, programa de cuidados e limpeza e todas as exigências padrão específicas;
  • Implantação de quaisquer melhorias estruturais. 

* Capacidade de conseguir demonstrar que todas as medidas cabíveis foram adotadas para evitar um incidente.

Clique aqui! O processo de certificação Descubra e tire suas duvidas sobre todos os processos de certificação