DNVGL.com.br

Breadcrumbs

Principais alterações na ISO 45001 versus OHSAS 18001

Contate-nos

Precisando de ajuda com a transição?

Contate-nos
SHARE:
PRINT:
Workers outside skyscraper
A ISO 45001 aplica a High Level Structure (HLS), comum para todas as normas ISO. Algumas alterações na ISO 45001 vs. OHSAS 18001 são induzidas pelo HLS comum e algumas são específicas para a saúde e segurança ocupacional.

A ISO 45001 é uma norma internacional, que garante maior compatibilidade com outras normas, como a ISO 9001 e ISO 14001. Facilita a implementação e integração em um sistema de gestão, aumentando valor aos seus usuários.

Se você já está aplicando a OHSAS 18001, você reconhecerá a maioria dos requisitos da ISO 45001. No entanto, existem algumas alterações da OHSAS 18001 que você deve preparar para migrar e ficar em conformidade com a ISO 45001.

Principais alterações na ISO 45001

  • Contexto empresarial: Capítulo 4.1, questões externas e internas, introduz novas cláusulas para a determinação sistemática e monitoramento do contexto empresarial.
  • Trabalhadores e outras partes interessadas: Capítulo 4.2 introduz o foco aprimorado nas necessidades e expectativas para trabalhadores e outras partes interessadas e envolvimento dos trabalhadores. Isso identifica e compreende sistematicamente os fatores que precisam ser gerenciados dentro do sistema de gestão.
  • Gerenciamento de riscos e oportunidades: Descritos nos capítulos 6.1.1, 6.1.2.3, 6.1.4, as empresas devem determinar, considerar e, quando necessário, tomar medidas para enfrentar quaisquer riscos ou oportunidades que possam impactar (de forma positiva ou negativa) a habilidade do sistema de gestão para entregar os resultados pretendidos, incluindo a melhoria da saúde e segurança no local de trabalho.
  • O comprometimento da liderança e gestão: Declarado no capítulo 5.1, a ISO 45001 tem maior ênfase na alta administração para se envolver ativamente e assumir a responsabilidade pela eficácia do sistema de gestão.
  • Objetivos e Desempenho: Foco reforçado nos objetivos como drivers para melhorias (capítulos 6.2.1,6.2.2) e avaliação de desempenho (capítulo 9.1.1).
  • Requisitos ampliados relacionados à:
    • Participação e consulta (5.4)
    • Comunicação (7.4): Mais prescritiva em relação aos “mecanismos” de comunicação, incluindo determinação do que, quando e como comunicar.
    • Compras, incluindo processos terceirizados, e contratados (8.1.4)